Anuario ABLA - 2014 - page 10

10
Anuário
Yearbook
ABLA
2014
Ano repleto
dedesafios
O ano de 2013 não foi fácil para os setores produtivos
daeconomianacional, com reflexodiretonosetor de locação
de veículos, hojeum importante termômetrodaeconomia. O
PIB do País teve tímido crescimento de 2,3%, embora acima
dos 0,9% de 2012, mas bem abaixo de 5%, que foi amédia
dos demais países emergentes em2013.
Nossosetor tevede redobrar osesforços, adedicaçãoe
aobstinaçãoparaobter umcrescimentode4,73%, queésim
significativo, mas que também ficou abaixo de nossamédia
histórica, de dois dígitos ao ano.
A demanda pela terceirização de frota, por exemplo,
nãoficoualheiaaosaspectos recessivosdaeconomia.As lo-
cadoras tiveramdeenfrentar a conjunturanacional deperda
decompetitividadeede reduçãodadisposiçãodepotenciais
clientes, para novos investimentos.
No rent a car, que é o aluguel diário de veículos volta-
dos às pessoas físicas, ficou evidente a redução na deman-
da face ao crescente endividamento das famílias. Ao lado
disso, a pressão inflacionária, que voltou a se fazer sentir
em 2013, e a desvalorização do real no segundo semestre
também contribuíram para um anomais difícil.
Nossa palavra de ordem frente a esse cenário foi
a do aperfeiçoamento do nosso modelo de Governança
Corporativa. Paralelamente, o treinamento e a qualificação
já permitiram que as locadoras associadas em todos os
estados se reinventassem, buscando superar asdificuldades
conjunturais específicas de cada região.
Em janeiro deste ano de 2014, iniciamos um novo ciclo.
Assumi o compromisso e o desafio de presidir o Conselho
Nacional daABLA, fundadaem1977ehojecomumquadrode
associadasque representam todasasunidadesdaFederação.
Assumiconscientedomuito já realizadoatéaqui,mas também
com a firme decisão de ampliar as parcerias com todos os
Sindlocsnacionais,entidadesdeclasseeafins,ecomodesejo
demelhoraraindamaisaenfáticadefesadosdireitosdosetor
juntoaosGovernos, em suasdiversas instâncias.
Aomesmo tempo, também jáestamos trabalhandopara
ampliar a proximidade daABLA com seu quadro associativo
de altíssima qualidade. Estou certo de que, juntos, vamos
sim superar o que vier pela frente, em busca de novos pata-
mares de desenvolvimento para a ABLA, para o setor, para
os nossos parceiros e para o nosso País.
Com isso, querodizerqueasdificuldadesvividasem2013
nos fortaleceram, para iniciar 2014 com serenidadee cautela.
Estamos com olhos voltados para os cenários nacional e in-
ternacional, sem perder de vista o potencial de expansão do
nosso setor, alémdasoportunidadesde investimentos.
Na prática, como membro integrante da Confederação
Nacional dos Transportes (CNT), por meio da Fenaloc e da
ABLA, o setor de locaçãode veículos integraumdos elos da
corrente do dinâmico segmento automobilístico brasileiro,
considerado o quarto maior do mundo. Com um histórico
de participação médio anual próximo dos 10% (nos últimos
cinco anos), em relação às vendas do setor automobilístico,
a locação de veículos se constituiu num poderoso aliado da
cadeia produtivada economia nacional.
Por tudo isso, agora como Presidente do Conselho
Nacional,focoaindamaisminhasatençõesaodesenvolvimento
da indústriada locaçãodeveículosbrasileira. Trata-sedeuma
indústria pulsante. Temos capacidade para crescer em todas
as regiões, trabalhando ainda melhor a partir de uma série
de novas e diferentes parcerias com fornecedores e também
com os mais importantes players da cadeia produtiva do
turismo nacional. Vamos em frente e obrigado pela confiança
depositadano setor.
PauloNemer
Presidente doConselhoNacional - ABLA
President of theNational Council - ABLA
1,2,3,4,5,6,7,8,9 11,12,13,14,15,16,17,18,19,20,...128
Powered by FlippingBook